Finalmente!

preacher9

Finalmente, a Panini publica o último número de Preacher, a aclamada (e depravada) série de Garth Ennis e Steve Dillon.

Segue o release, publicado no hot site da Panini:

O reverendo Jesse Custer voltará a esse emblemático lugar de sacrifício para encerrar a jornada que começou nos restos fumegantes de sua igreja muitos anos atrás – uma cruzada para encontrar Deus e fazê-Lo responder por Suas ações. Depois de tudo pelo que Jesse e Tulipa O’Hare, seu amor, passaram – traição, morte, ressurreição –, finalmente chegou a hora de se fazer justiça.

Mas eles terão a oportunidade de agir antes que Starr, líder obcecado do Graal, finalmente acerte as suas contas com o reverendo? Ou o Álamo será o palco de outra derrota?

ÁLAMO é a aguardada conclusão da saga de PREACHER, uma das histórias em quadrinhos mais aclamadas dos anos 90. Criada por Garth Ennis e pelo artista Steve Dillon, este novo clássico da nona arte versa sobre vida, morte e redenção, sendo também recheado de sexo, álcool, sangue e violência – além de anjos, demônios, Deus, vampiros e desajustados de toda estirpe – sendo uma das obras mais viscerais a ser registrada em celulose! Esta publicação reúne Preacher 59 a 66 em 228 páginas de quadrinhos e traz o fim desse épico contemporâneo sobre amor, poder e responsabilidade com um confronto para encerrar todos os confrontos – assim na Terra como no céu.

Agora, só nos resta aguardar o lançamento para podermos saber como termina a saga do Reverendo Custer em sua busca insana para levar Deus de volta a seu lugar.

A título de desabafo, achei (e continuo achando) que foi uma sacanagem o que a Panini fez com os colecionadores que acompanharam (e compraram) as edições de Preacher que saíram inicialmente pela Devir e depois pela Pixel. A pixel continuou a série de onde a Devir tinha parado, seguindo o mesmo padrão gráfico dos álbuns (capa cartonada, com o mesmo formato e até mais barato do que antes!). Aí vem a Panini e muda tudo: aumenta o tamanho dos álbuns e lança-os com capa-dura e custando mais que o dobro dos álbuns anteriores.

Tudo isso, provavelmente, foi uma grande jogada de marketing, pois a Panini sabe que muita gente que não acompanhou a série desde o início (devido a um receio justificado de que a mesma, novamente, não chegasse a seu fim) vai correr atrás dos álbuns anteriores e, como muitos já estão esgotados, vai acabar relançando-os no novo formato adotado. Sem contar que muitos colecionadores (como eu) vão olhar para a sua estante e chorar ao ver a zona de formatos que permeou a série e vão acabar comprando os novos álbuns que serão relançados, só pra coleção ficar com um mesmo padrão.

Prometo resistir à neurose do colecionismo e manter minha coleção do jeito que está, em protesto contra a sacanagem.

Ficha Técnica
Formato americano (17 x 26 cm)
228 páginas
Capa dura
Lombada Quadrada
Papel couché
R$ 60,00

Os comentários estão desativados.
%d blogueiros gostam disto: