Arquivo para dezembro \31\UTC 2011

Surpreenda-se!

 

Que o próximo ano seja cheio de magia e sonhos e boa loucura. Eu espero que você leia bons livros e beije alguém que te ache maravilhoso, e não se esqueça de criar arte – escreva ou desenhe ou construa ou cante ou viva como só você pode. Que o próximo ano seja maravilhoso e no qual você sonhe se arriscando e com audácia. Eu espero que você faça algo que não existia antes de você fazer, e que você seja amado e querido e que você tenha pessoas para amar e querer bem de volta. E, mais importante – porque eu acho que é preciso haver mais bondade e sabedoria no mundo – eu espero que você seja sábio quando necessário e sempre seja bom. E eu espero que em algum momento do próximo ano você se surpreenda.

Neil Gaiman

Feliz Ano Novo!

Mutações

Uma animação, criada por Rodrigo Rojas, mostrando os diferentes símbolos do morcego utilizados por Batman ao longo das décadas:

 

Excelsior!

Nunca escrevi para crianças. Escrevia para mim.

stan lee

Stan Lee completa hoje 89 anos. Apesar de todas as brigas, questionamentos e pendengas judiciais que possam haver por trás de suas criações, é inegável o papel que ele desempenhou (e ainda desempenha) na história dos quadrinhos, além de suas impagáveis participações nos filmes da Marvel Comics, além de séries como Heroes e The Big Bang Theory.

Stan 68

ny-72---stan-lee-folheia-revista-mônica.-jayme-cortez-observa

NY, 1972 - Stan Lee folheia uma revista da Mônica, observado por Jayme Cortez

Stan_Lee_1973

stan-lee-simpsons

stan-lee-signature

THE BIG BANG THEORY

StanLee

stan_lee_action_figure

stan lee homem-aranha

lee

book_riseandfall

stanlee

stan lee

Nicholas was…

Animação feita pelo estúdio 39 Degrees North de um poema natalino de Neil Gaiman.

 

Nicholas era…

Mais velho que o pecado, e sua barba não podia ser mais branca. Ele queria morrer.

Os pequenos nativos das cavernas do Ártico não falavam sua língua, mas conversavam na sua própria linguagem estranha, conduziam rituais incompreensíveis, quando não estavam trabalhando nas suas fábricas.

Uma vez por ano eles o forçavam, entre soluços e protestos, na Noite Interminável. Durante a jornada, ele deveria ir até cada criança do mundo e deixar um dos presentes invisíveis dos anões ao lado de suas camas. As crianças dormiam, congeladas no tempo.

Ele invejava Prometeu e Loki, Sísifo e Judas. Sua punição era mais dura.

Ho.
Ho.
Ho.

Visto aqui.

Feliz Natal!

DC_Comics_Holiday_Card_2011

As 50 mais da Marvel

As 50 capas mais memoráveis de todos os tempos (na verdade, a partir de Fantastic Four # 1) da Marvel Comics, segundo votação dos leitores do CBR (não concordo com muitas delas, mas lá vai assim mesmo…):

50. Captain America Annual #8

50. Captain America Annual #8

49. New X-Men #114

49. New X-Men #114

48. Silver Surfer #1

48. Silver Surfer #1

47. Journey into Mystery #83

47. Journey into Mystery #83

46. Marvel Super Heroes - Secret Wars #8

46. Marvel Super Heroes - Secret Wars #8

45. Marvel Graphic Novel - The Death of Captain Marvel

45. Marvel Graphic Novel - The Death of Captain Marvel

44. Amazing Spider-Man #252

44. Amazing Spider-Man #252

43. Daredevil #182

43. Daredevil #182

42. Amazing Spider-Man #121

42. Amazing Spider-Man #121

41. The Incredible Hulk #181

41. The Incredible Hulk #181

40. Amazing Spider-Man Annual #21

40. Amazing Spider-Man Annual #21

39. Fantastic Four #49

39. Fantastic Four #49

38. Amazing Spider-Man #122

38. Amazing Spider-Man #122

37. Infinity Gauntlet #1

37. Infinity Gauntlet #1

36. Marvels #1

36. Marvels #1

35. Amazing Spider-Man #300

35. Amazing Spider-Man #300

34. Fantastic Four #48

34. Fantastic Four #48

33. X-Men #138

33. X-Men #138

32. Fantastic Four #51

32. Fantastic Four #51

31. X-Men #100

31. X-Men #100

30. Marvel Super Heroes - Secret Wars #1

30. Marvel Super Heroes - Secret Wars #1

29. X-Men #135

29. X-Men #135

28. Nick Fury, Agent of S.H.I.E.L.D. #1

28. Nick Fury, Agent of S.H.I.E.L.D. #1

27. Silver Surfer #4

27. Silver Surfer #4

26. Spider-Man #1

26. Spider-Man #1

25. The Incredible Hulk Special #1

25. The Incredible Hulk Special #1

24. The Incredible Hulk #1

24. The Incredible Hulk #1

23. Iron Man #128

23. Iron Man #128

22. Amazing Spider-Man #1

22. Amazing Spider-Man #1

21. X-Men (Volume 2) #1

21. X-Men (Volume 2) #1

20. Incredible Hulk #340

20. Incredible Hulk #340

19. Daredevil #181

19. Daredevil #181

18. X-Men #136

18. X-Men #136

17. Amazing Spider-Man #33

17. Amazing Spider-Man #33

16. Amazing Spider-Man #129

16. Amazing Spider-Man #129

15. Uncanny X-Men #142

15. Uncanny X-Men #142

14. X-Men #101

14. X-Men #101

13. Avengers #57

13. Avengers #57

12. X-Men #137

12. X-Men #137

11. X-Men (Volume 1) #1

11. X-Men (Volume 1) #1

10. Nick Fury, Agent of S.H.I.E.L.D. #4

10. Nick Fury, Agent of S.H.I.E.L.D. #4

9. Amazing Spider-Man #39

9. Amazing Spider-Man #39

8. Thor #337

8. Thor #337

7. Avengers #4

7. Avengers #4

6. Wolverine (mini-series) #1

6. Wolverine (mini-series) #1

5. Amazing Spider-Man #50

5. Amazing Spider-Man #50

4. X-Men #141

4. X-Men #141

3. Giant-Size X-Men #1

3. Giant-Size X-Men #1

2. Fantastic Four #1

2. Fantastic Four #1

1. Amazing Fantasy #15

1. Amazing Fantasy #15

Visto aqui e aqui.

[Resenha] Contos fantásticos do século XIX

Então o miserável Eustache começou a gritar tão alto e a chorar tão amargamente que dava uma grande pena.

“Puxa vida!, meu caro amigo”, disse-lhe mestre Gonin. “por que se revoltar assim contra o destino?”

“Minha mãe do céu! Falar é fácil”, Eustache soluçou, “mas quando a morte está aí bem perto…”

“Ora essa! Afinal, o que é a morte, que a gente deve se espantar tanto?…Considero que a morte não vale um tostão furado! ‘Ninguém morre antes da hora!’, disse Sêneca, o Trágico. Será que você é o único vassalo dessa dama da foice? Eu também sou, e aquele ali, e um terceiro, um quarto. Martin, Philippe! A morte não tem respeito por ninguém! É tão atrevida que condena, mata, e pega indistintamente papas, imperadores e reis, assim como prebostes, policiais e outros canalhas do gênero. Portanto, não se aflija por fazer o que todos os outros farão mais tarde; a situação deles é mais deplorável que a sua; pois, se a morte é um mal, só é mal para aqueles que têm que morrer. Assim, você só sofrerá mais um dia desse mal, e a maioria dos outros sofrerá vinte ou trinta anos, e ainda mais. Um antigo dizia: ‘A hora que lhe deu a vida já a diminuiu’. Você está na morte enquanto está na vida, pois quando não está mais em vida você está depois da morte; ou, melhor dizendo, e para melhor terminar: a morte não lhe concerne nem morto nem vivo, vivo porque você existe, morto porque não existe mais! Que esses argumentos lhe bastem, meu amigo, para encorajá-lo a beber esse absinto sem fazer careta, e daqui até lá medite ainda sobre um belo verso de Lucrécio, cujo sentido é o seguinte: ‘Viva tanto tempo quanto puder, você nada tirará da eternidade da sua morte!’.”

contos fantasticos

O livro, organizado por Ítalo Calvino, está dividido em duas partes. Na primeira, o “fantástico visionário”, com contos das primeiras décadas do século (XIX, bem entendido), predominam as figuras sobrenaturais que se materializam, enquanto que na segunda, o “fantástico cotidiano”, o fantástico é menos concreto, dando-se ênfase às sugestões psicológicas.

Como Calvino cita em sua introdução, “o elemento sobrenatural que ocupa o centro desses enredos aparece sempre carregado de sentido, como a irrupção do inconsciente, do reprimido, do esquecido, do que se distanciou de nossa atenção racional. Aí está a modernidade do fantástico e a razão da volta do seu prestígio em nossa época”.

Os autores presentes nesta coletânea são: Jan Potocki – Joseph von Eichendorff – E. T. A. Hoffmann – Walter Scott – Honoré de Balzac – Philarète Chasles – Gérard de Nerval – Nathaniel Hawthorne – Nikolai V. Gogol – Théophile Gautier – Prosper Mérimée – Joseph Sheridan Le Fanu – Edgar Allan Poe – Hans Christian Andersen – Charles Dickens – Ivan S. Turguêniev – Nikolai S. Leskov – Auguste Villiers de l’Isle-Adam – Guy de Maupassant – Vernon Lee – Ambrose Bierce – Jean Lorrain – Robert Louis Stevenson – Henry James – Rudyard Kipling – Herbert G. Wells.

Nota: 8,5

Ficha Técnica
Editora: Companhia das Letras
Autor: Vários (org. Ítalo Calvino)
ISBN: 8535905022
Ano: 2004
Número de páginas: 520

%d blogueiros gostam disto: